Diálogos com a escola: experiências em formação continuada em filosofia na UFRGS

“Pode-se dizer, de um modo geral, que a organização em dois volumes destes Diálogos marca o início de uma nova etapa das relações entre a Universidade e a Escola no que diz respeito ao cativante tema ‘Ensino de filosofia’. A especificidade de tais relações aparece já no título mesmo da iniciativa que resultou na presente publicação, qual seja, o Curso de Formação Continuada para Professores de Filosofia do Ensino Médio do Rio Grande do Sul – promovido pelo Departamento de Filosofia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, nas dependências da mesma, entre os meses de novembro de 2012 e julho de 2013.

Ora, em se tratando dos primeiros movimentos de um diálogo que se pretende prolífico e duradouro, nada mais razoável do que registrar o modo como ocorreram as aproximações entre as duas esferas educacionais – Universidade e Escola. O registro é, portanto, duplo: no primeiro volume, publicam-se os textos relativos às aulas ministradas por professores universitários, secundaristas e bolsistas de pós-graduação em filosofia para os professores do Ensino Médio gaúcho nos primeiros meses da formação. Já no segundo volume, publicamos alguns planos de aula dos professores em formação continuada – planos que permitem a observação da multiplicidade de perspectivas filosóficas que se pretendeu fornecer aos docentes do nível médio, objetivando o elenco das mais variadas possibilidades de abordagem didático-filosóficas – e que correspondem às atividades realizadas nos meses finais da formação.

É certo que se poderia objetar à estratégia escolhida, uma vez reconhecido o fato de que boa parte dos docentes que procuraram o Cursonão possui formação específica em Filosofia – e que, portanto, apresentar tantas visões distintas poderia obscurecer os resultados desta iniciativa formacional. Parece-me, pelo contrário, que uma tal objeção não leva em conta justamente o fato de que a filosofia se faz de vários modos, e a busca por diretrizes didáticas precisas – donde a importância de considerações de ordem metodológica ou instrumental – não pode iniciar sem o reconhecimento, como de um marco zero, desse fato.

Assim, ao percorrer as páginas destes dois volumes, o leitor deve lembrar que se trata, como se disse, do registro dos primeiros movimentos institucionais de diálogo entre o Departamento de Filosofia da UFRGS e os professores de Filosofia das Escolas do nível médio gaúcho e, por outro lado, embora talvez mais implicitamente, que esses registros servem como uma espécie de chamado para que os interessados no ensino de Filosofia venham a contribuir nas edições futuras e desejáveis de mais Cursos de Formação Continuada como o que resultou nestes volumes.

Que a plurivocidade de perspectivas reunidas aqui possa, portanto, incitar melhoramentos em nossas conversas sobre Ensino de Filosofia e que possamos cada vez mais e de modo mais filosófico refletir sobre nossas práticas docentes levando em conta o saudável intercâmbio das experiências de Universidade e Escola – é o desejo dos organizadores, gratos, vale dizer, pela valorosa participação dos docentes nesse movimento de aproximação do qual certamente temos muito o que aprender.”

***

Este foi o brevíssimo prefácio que escrevi para o resultado do Curso de Formação Continuada em Filosofia para professores do Ensino Médio no Rio Grande do Sul, realizado entre 2012 e 2013 sob a coordenação da professora Priscilla Tesch Spinelli, colega do Departamento de Filosofia da UFRGS. O curso é uma das parcelas do FORPROF UFRGS, que por sua vez faz parte do Plano Nacional de Formação dos Profissionais da Educação Básica do Ministério da Educação, o PARFOR.

Acompanhar os movimentos finais do curso, a convite da então nova colega (minha chegada na UFRGS ocorrera em junho de 2013), foi minha primeira atividade na nova casa. Os encontros aconteciam aos sábados pela manhã e quando comecei a frequenta-los já haviam ocorrido todas as aulas com professores e pós-graduandos, tanto do Departamento de Filosofia da UFRSG quanto de instituições externas a UFRGS, oferecidas aos professores em formação. Trava-se, então, de uma série de apresentações destes professores, relatando suas experiências docentes e mostrando a montagem de planos de aula baseados nas aulas/palestras realizadas nos meses anteriores.

Foi uma ótima experiência conhecer estes professores, boa parte dos quais sem formação específica em Filosofia, e saber um pouco mais das delícias e dificuldades que experimentam no cotidiano das escolas.

Outra oportunidade que tive ao ingressar, ainda que informalmente, na equipe de trabalho do Curso, foi a de editoração dos trabalhos que acabam de ser publicados nos dois volumes de Diálogos com a escola: experiências em formação continuada em filosofia na UFRGS.

O primeiro volume contem os textos escritos pelos professores formadores:

 O lugar da filosofia no currículo escolar – Ronai Pires da Rocha

 Ensinar a filosofar – Desidério Murcho

Metafilosofia e ensino de filosofia – Leonardo Sartori Porto

Lições de Lógica para Análise de Inferências – Manuel Bauer Estivalet e Mitieli Seixas da Silva

Metafísica e Ciência – Mitieli Seixas da Silva e Sílvia Altmann

Conhecimento e Justificação Epistêmica em sala de aula – Giovanni Rolla, José Leonardo Annunziato Ruivo e Rafael da Silva Holsback

Ética: perspectivas sobre o seu ensino – Fábio Gai Pereira

Filosofia Política e Direitos Humanos – Nikolay Steffens e Alfredo Storck

Cinema e Filosofia: Por quê? Como? Onde? – Jônadas Techio

Filosofia e ficção: uma proposta pedagógica – José Eduardo Porcher

O segundo volume contem os planos de aula de alguns dos professores em formação:

Para que “serve” a filosofia? – Patrícia Trindade de Angelis

Lógica e Metafísica: uma introdução à argumentação – Juliana Paiva Soares

A Lógica na argumentação – Antônio Carlos Silveira dos Santos

Heliocentrismo X Geocentrismo: Paradigmas e Revoluções Científicas – Letícia Morales Brum

O Problema da Indução – Paulo Ricardo Kobielski

Determinismo e livre arbítrio – Thiago Delaíde da Silva

Utilitarismo em Ética – Michele Santos da Silva

Ética do Meio Ambiente – Marina Aparecida Madeira

A violência na escola e a ética: uma abordagem psicodramática – Ildo Ronan Vilarinho Júnior

Quais os critérios da ação correta? – Melissa Mayer Ferraz

Argumentação em Ética – Simone Maria Galli Primieri

Juízo de fato e de valor, subjetivismo e objetivismo – Rogério Sidnei Martins

Política e Cidadania – Ernesto Alba

A importância da participação política – Marcos Vinicius da Silva Goulart

Contratualismo Político – Débora Perroni Cassanego

 Esperamos que os textos e planos aqui publicados sejam para bom proveito de todos os interessados em questões de ensino de filosofia.

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “Diálogos com a escola: experiências em formação continuada em filosofia na UFRGS

  1. Pingback: Diálogos com a escola: experiências em formação continuada em filosofia na ufrgs | Filosofia e Ensino

  2. Pingback: Diálogos com a escola: experiências em formação continuada em filosofia na UFRGS » Departamento de Filosofia da UFRGS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s